sábado, 12 de julho de 2008

Os alimentos que ajudam a emagrecer

Determinados alimentos ajudam a perder os quilinhos extras. Saiba quais são eles e ainda siga um cardápio para entrar em forma se alimentando muito bem

Toda vez que você pensa em emagrecer, vem à sua mente a frase “tenho que fechar a boca”? Na ânsia de conquistar o corpo perfeito, muita gente recorre a métodos apelativos, como por exemplo jejum prolongado ou remédios que prometem fazer a fome sumir.

Mas tanto extremismo acaba resultando em mais apetite e reservas desnecessárias de energia — sim, quando ficamos horas sem comer, nosso organismo entende que é preciso “guardar” combustível para se manter e normalmente estoca gordura. Sem contar que chegamos à próxima refeição com uma fome de leão, pondo tudo a perder.

Como saúde e boa forma andam de mãos dadas, o ideal é adotar hábitos sadios para se sentir bem e garantir um acordo com a balança. “Temos que acabar com essa mania de contar calorias, o que importa é o valor nutritivo dos alimentos e o que nos trazem de bom — desde o prazer de saboreá-los até os benefícios reais para o nosso corpo”, defende a nutricionista Amélia Duarte, de Salvador (BA). Resumindo: algumas opções podem ser nossas aliadas no dia-a-dia. Descubra como.

Os amigos da silhueta

No cardápio de quem quer perder peso não podem faltar os itens termogênicos (como pimenta, gengibre, vinagre de maçã, chá verde e café) e digestivos (como grãos integrais, legumes, frutas e verduras ricos em fibras). “Os termogênicos produzem calor e por isso aumentam a temperatura corporal. Para neutralizar esse efeito, o organismo reage acelerando o metabolismo e queimando calorias”, afirma Viviah de Andrade, personal nutri da Clínica Più Bella, do Rio de Janeiro. O processo digestivo também faz o corpo despender energia. Quanto mais difícil for a digestão, maior o gasto calórico. “Por meio dessa escolha alimentar é possível perder de dois a três quilos em um mês”, garante Viviah. “É preciso aprender a comer de forma balanceada, o que inclui até mesmo suas escolhas favoritas — ainda que sejam chocolates e massas. Sabendo dosar a quantidade, é possível perder peso e manter por muito tempo. Atividade física também é importante”, lembra Adriana Kobayashi, da Equilibrium Healthy Food, de São Paulo.Campeões do ranking Confira a lista dos alimentos que ajudam a perder calorias:Pimenta-de-caiena (pimenta vermelha)Um trabalho do Instituto Politécnico de Oxford (EUA) mostrou que esse fruto aumenta o metabolismo em 20% e evidencia sua propriedade de retirar gordura das artérias. Uma boa opção é consumi-la com legumes refogados. Quantidade sugerida: ½ colher (chá), duas vezes ao dia.

Gengibre

Sua ingestão freqüente também acelera o funcionamento do corpo. As propriedades estão mais ativas na raiz fresca, mas ela pode ser usada crua, refogada ou em forma de chá. Sugestão: bata no liquidificador com aipo, laranja, maçã, banana.Quantidade sugerida: 1 pedaço de 2 cm, três vezes ao dia.

Vinagre de maçã

Ajuda a diminuir a circunferência abdominal. Para isso é necessário ingerir diariamente 1 ½ colher (sobremesa) de vinagre orgânico em 200 ml de água. Quantidade sugerida: duas vezes ao dia, uma de manhã e outra durante uma das refeições principais.

Chá verde

A bebida reduz a absorção do açúcar no sangue, além de favorecer o trânsito intestinal e intensifica a atividade do organismo. A nutricionista Adriana Kobayashi recomenda prepará-lo através da infusão da erva desidratada (e não em sachês prontos) para manter suas propriedades. “Vale bater com alguma fruta para amenizar o gosto amargo”, sugere. Quantidade sugerida: 1 xícara (chá) ao dia, de cinco a 10 minutos antes das refeições.

Dica importante: Todas essas opções devem ser consumidas regularmente por um período de no máximo 60 dias. Após essa fase é indicado fazer um rodízio no consumo, já que com o tempo a eficácia dos alimentos para a perda de peso diminui.

Detalhes que mudam tudo

Para surtirem efeito, os termogênicos devem ser ingeridos diariamente. E outras medidas cotidianas também ajudam nesse processo. O cardiologista e nutrólogo Sérgio Puppin, do Rio de Janeiro, ensina:
- Beba de oito a 10 copos de água gelada por dia para perder cerca de 200 calorias. Explicando: o corpo gasta energia para elevar o líquido de 5ºC para 37ºC, que é a temperatura corporal interna.
- Pegue sol sem filtro solar até as 10 da manhã e após as cinco da tarde e durma em um quarto bem escuro, a ponto de não conseguir enxergar sua mão na frente do rosto. Isso libera o hormônio MSH (estimulador de melanócitos), que queima gorduras.
- Priorize carboidratos complexos e fibras (que têm baixo índice glicêmico, ou seja, mantêm estáveis os níveis de insulina, evitando o sobe-e-desce da glicose no sangue), como grãos integrais, legumes, frutas e verduras, que levam mais tempo para ser digeridos.
- Não abra mão das fontes de ômega 3, como óleo de prímula, salmão, anchova, sardinha e semente de linhaça, para dar um up no metabolismo basal (energia gasta pelo organismo para manter suas funções vitais — como respiração, batimentos cardíacos, digestão). Assim o excesso de líquidos será eliminado, aumentando o pique e conseqüentemente baixando o ponteiro da balança.
- Fuja dos carboidratos simples que retardam o metabolismo, como arroz branco, massas brancas (em pratos, salgadinhos, pães, etc), batata, biscoitos recheados e doces. Ao passarem pelo processo de refinamento, suas fibras são retiradas, cedendo lugar ao açúcar e a outros aditivos. Esse grupo, rico em glicose, é digerido rapidamente.

Dicas sempre úteis

A nutricionista Adriana Kobayashi acredita que todos os alimentos podem fazer parte de uma dieta saudável, desde que se mantenha olho vivo no tamanho de cada porção e na freqüência de consumo. Para ajudar a manter um dia-a-dia saudável à mesa, ela dá cinco dicas preciosas:

Planeje suas refeições e seus lanches

Organize o quê e onde vai comer. Uma alimentação com um padrão do tipo café + almoço + jantar + 1 lanche em cada intervalo, previne excessos e beliscadas, deixando o organismo equilibrado para queimar gordurinhas.

Combine itens balanceados

Inclua no seu prato os três grupos alimentares principais: carboidratos (cereais, pães, arroz, massa ou batata), proteínas (carnes, aves, peixes, feijões, ovos, laticínios) e vegetais ou frutas (saladas, legumes cozidos, frutas grelhadas).

Controle seus impulsos

Muita gente come por qualquer motivo, e quanto mais ansiosa, mais cede às tentações e a longo prazo adquire uns quilinhos extras. Para controlar essa mola propulsora, estabeleça horários para comer, mastigue bem e evite comprar guloseimas.

Aposte nas fibras

Elas exigem naturalmente uma mastigação mais demorada, o que dá tempo ao cérebro de receber informações de saciedade. Resultado: menos sensação de fome. Sem contar que diminuem o ritmo de absorção do açúcar e ainda auxiliam o funcionamento intestinal.

Seja mais ativo

Uma atividade aeróbica regular (caminhar, nadar, andar de bicicleta, correr) pode ser muito útil na redução de gordura corporal, principalmente se for associada a uma dieta adequada. Outra dica é manter-se ativa durante o dia — ande sempre que puder. E não se esqueça: a cautela de moderação também serve para o exercício, portanto nada de exageros.Doce sabedoria...A Dieta sem Dieta. Esse é o título do livro do psicólogo inglês Ben Fletcher, lançado este ano no Brasil pela editora BestSeller. O especialista defende a teoria de que adquirir novos hábitos faz toda a diferença no processo de emagrecimento. A idéia é sair do piloto automático e introduzir costumes mais positivos à rotina. Estamos falando de atitudes simples, como tomar uma bebida diferente da preferida, ir ao cinema sozinho, desenhar, comprar uma revista que nunca leu, que ajudariam muito a afinar a silhueta. O motivo é curiosíssimo: quebrar a rotina leva à perda de peso. Segundo o psicólogo, ao fazer algo novo a pessoa inconscientemente adota uma alimentação mais saudável e passa a se movimentar mais. “A minha proposta leva o leitor a buscar suas necessidades naturais sem a interferência de fatores externos”, diz Fletcher, que condena os regimes restritivos. Ele diz que confundem o organismo, abalam a auto-estima, aumentam o risco de depressão e desequilibram o sistema imunológico, afetando a saúde como um todo.

Um menu elaborado para você

Não existe uma dieta só com termogênicos, o que seria até monótono. Mas inseridos em um programa equilibrado e ao lado de outros itens que aceleram o metabolismo, eles podem ajudá-la a perder até quatro quilos em um mês. Confifira o cardápio preparado por Márcia Regina Dal Medico, nutricionista do Spa Jardim da Serra, em São Pedro (SP), com três opções de cada uma das refeições necessárias:
- Beba de oito a 10 copos de água gelada por dia para perder cerca de 200 calorias. Explicando: o corpo gasta energia para elevar o líquido de 5ºC para 37ºC, que é a temperatura corporal interna.
- Pegue sol sem filtro solar até as 10 da manhã e após as cinco da tarde e durma em um quarto bem escuro, a ponto de não conseguir enxergar sua mão na frente do rosto. Isso libera o hormônio MSH (estimulador de melanócitos), que queima gorduras.
- Priorize carboidratos complexos e fibras (que têm baixo índice glicêmico, ou seja, mantêm estáveis os níveis de insulina, evitando o sobe-e-desce da glicose no sangue), como grãos integrais, legumes, frutas e verduras, que levam mais tempo para ser digeridos.
- Não abra mão das fontes de ômega 3, como óleo de prímula, salmão, anchova, sardinha e semente de linhaça, para dar um up no metabolismo basal (energia gasta pelo organismo para manter suas funções vitais — como respiração, batimentos cardíacos, digestão). Assim o excesso de líquidos será eliminado, aumentando o pique e conseqüentemente baixando o ponteiro da balança.
- Fuja dos carboidratos simples que retardam o metabolismo, como arroz branco, massas brancas (em pratos, salgadinhos, pães, etc), batata, biscoitos recheados e doces. Ao passarem pelo processo de refinamento, suas fibras são retiradas, cedendo lugar ao açúcar e a outros aditivos. Esse grupo, rico em glicose, é digerido rapidamente.

CARDÁPIO

CAFÉ DA MANHÃ

Opção 1
- 1 copo (200 ml) de leite desnatado com café - 2 fatias de pão de fôrma integral com 1 fatia de ricota temperada com azeite

Opção 2
- 1 xícara (chá) de maçã com canela- 4 torradas integrais com geléia de fruta light - 1 fatia de abacaxi com canela

Opção 3
- 1 copo de leite de soja - 2 fatias de pão de glúten com 1 fatia de queijo minas light - 1 laranja

LANCHE DA MANHÃ

Opção 1
1 copo (200 ml) de suco de laranja batido com 1 folha de couve

Opção 2
1 copo (200 ml) de suco de laranja com gengibre

Opção 3
1 copo (200 ml) de suco de couve com maracujá

ALMOÇO

Opção 1
- 2 colheres (sopa) de cenoura crua ralada - 3 colheres (sopa) de arroz integral com brócolis - 2 colheres (sopa) de feijão-1 filé de frango ao molho mostarda - 2 colheres (sopa) de abobrinha refogada

Opção 2
- 1 prato (raso) de salada de folhas verde-escuras com 1 xícara (chá) de beterraba crua ralada - 3 colheres (sopa) de arroz integral - 2 colheres (sopa) de feijão branco - 3 almôndegas de frango assadas, recheadas com queijo minas light

Opção 3
- 1 prato (raso) de salada de acelga com 1 xícara (chá) de legumes cozidos no vapor - 1 colher (sopa) de purê de batata gratinado - 2 colheres (sopa) de soja em grãos - 1 filé (pequeno) de frango ensopado com quiabo

LANCHE DA TARDE

Opção 1
-1 xícara (chá) de chá verde com pêssego

Opção 2
- 2 biscoitos integrais

Opção 3
¼ de papaia 1 laranja

JANTAR

Opção 1
- 4 folhas de alface com 3 rodelas de tomate e 6 uvas-passas temperadas com vinagre de maçã- 1 posta de salmão grelhada com cebola e pimenta- 1 xícara (chá) de legumes cozidos no vapor - 3 colheres (sopa) de couve-flor gratinada

Opção 2
- 1 prato (raso) de salada de rúcula com 4 rodelas de tomate e 6 rodelas de pepino japonês com casca - 1 posta (média) de peixe ensopado- 3 colheres (sopa) de berinjela refogad

Opção 3
- 1 xícara (chá) de legumes cozidos com 15 pedaços finos de salmão, robalo ou atum crus, temperados com molho shoyo light, cebolinha e gengibre - 2 conchas pequenas de sopa de missô (pasta de soja)

CEIA

Opção 1
1 kiwi

Opção 2
3 castanhas-de-caju

Opção 3
1 fatia de melão


Veja também:

>> Vença os sabotadores da dieta!

>> Dieta do prato cheio

>> Acredite: o inverno é a estação ideal para emagrecer



Fonte: http://itodas.uol.com.br/portal/corpo_e_dieta/emagrecimento/saude_e_dieta/materia.itd.aspx?cod=4607&canal=257

12 comentários:

Beatriz disse...

Show de bola, adorei as dicas!

edilma disse...

Adorei as dicas vou tentar colocar em prática, pois tenho mania de dietas, mas essa é diferente,são dicas para emagrecer com alimentação saudavél. Grata

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

Anônimo disse...

dicas simples que fazem toda diferença..........valeu

Anônimo disse...

adorei essa dieta!Pode-se emagrecer com alimentos gostosos e saudáveis.Muito obrigada.Valeu a dica.
abraços

celita disse...

amei as dicas espero que possa ajudar eu e meu marido beijos obrigada celita

Anônimo disse...

gostei!

karol disse...

Adorei as dicas vou começar hoje mesmo.

Anônimo disse...

tenho certeza que essas dicas vao mudar minha vida.obrigada.

Anônimo disse...

Muito interessante, tenho certeza e colocando as dicas em prática,alcançaremos o resultado esperado.

silvana disse...

Eu adorei as dicas.

Danielly colins disse...

Adorei as dicas são muitos saudáveis...